Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010
Imagem
Minha boca arde com teus lábios nas noites solitárias mas nunca senti o gosto do teu beijo.
Meu corpo treme quando penso em ti ao longo dos dias chuvosos que se arrastam madornentos mas  nunca  teu rosto vi
Me  arrepio com  a leveza dos teus dedos brincando na minha pele. Mas nunca senti a maciez do teu toque .
Amo-te com luxúria nas noites insones mas não conheço a geografia  do teu corpo .
Dedico-te uma  poesia Com  maestria e sofreguidão num êxtase compulsivo mas nunca te conheci 
Como posso amar intensamente um sujeito inexistente que se diverte brincando com a minha imaginação volitante ?
( Inspirada na poesia “Os Versos Que Te Fiz”  – Florbela Espanca http://www.youtube.com/watch?v=Iq9zFyuynK8 )

Imagem
A emoção é traiçoeira
prende-me nas asas
orvalhadas da imaginação
Sinto-te pulsando estranho e sedutor  no meu coração                                                                             expulso-o sangrando
com  sofreguidão
Imagem
Preciso trabalhar Os textos didáticos me esperam Tenho vontade de voar Sair da terra A velha raiva me cega Forte Dolorida Decidida Mexe com meu estômago Sinto enjoo Ânsia de vômito Repulsa, ódio, rancor Quero expulsar a dor Passeio pela casa O cheiro da carne putrefata
invade minhas narinas
São os velhos sentimentos Rumino antigas emoções A raiva me deixa sem ar Não mudei
O amor é um estranho
desajeitado . Mexe. Provoca
Entro em processo obsessivo Exaspero e desespero Raivosa . Inquieta Minha energia se esvai O telefone toca Não atendo Alguém para chatear Sugar meu sangue
rir da minha dor
Embrulhar minhas vísceras Olho pela janela Saio  da terra  Preciso escrever
o que pulsa forte em mim Quero sonhar  A raiva não deixa. Comanda meus sentimentos direciona meus  pensamentos. Sento e escrevo palavras sem nexo. Desconexas. Sem sentido, como eu.,  embriagada de amor. Surto em outra dimensão  Raiva. Ira. Olho no dicionário. Não encontro palavras para descrever meu martírio  Fujo do que me envenena.
O amor. É  forte. Intenso. Caus…
Imagem
Você gosta de Literatura ?
Então dá uma passadinha por lá !



Imagem
Na fria e densa madrugada
                                          acordo com os sentimentos em erupção                                               procuro o calor do seu corpo                                                  percebo a confusa  ilusão                                                   de um mundo invisível                                                       e inexistente                                                       você só existe                                                       na minha fantasiosa
                                                            mente

Imagem
Sou dona do universo e de verso em verso  danço para te conquistar rasgando a noite em teus braços refém e fiel dos teus abraços sigo no ritmo da dança com o coração em descompasso apaixonada pelo teu cheiro enfeitiçada pelos teus passos